O que eu fiz para emagrecer

O que eu fiz para emagrecer foi:

Diminuí a quantidade de comida, óbvio, mas não só isso: eu troquei o que era comida de má qualidade por comida de boa qualidade. E isso significa:

1. Diminuir o mau carboidrato: farinhas brancas, massas (nada de macarrão ou pizza), diminuir o consumo de arroz, retirar pão branco; evitar biscoitos e bolachas, principalmente as recheadas, e os bolos. Até barras de cereais não são saudáveis como se imagina.

2. Retirar da alimentação a gordura vegetal: isso significa diminuir o consumo de óleo de cozinha, retirar frituras em óleo de cozinha como coxinhas, pastéis, frituras com óleo vegetal, retirar totalmente a margarina, deixar de comer salgadinhos, pipocas de saco e batatas fritas;

3. Fritar coisas somente com um pouquinho de manteiga pura (ex: fritar ovo), ou utilizar óleo de côco, de preferência de vidro escuro e prensado a frio (tem isso no rótulo);

4. Retirar o consumo de leite de onde puder: leite que consumimos hoje não é mais o leite que nossos avós consumiam. O leite é totalmente morto e cheio de hormônios e conservantes nocivos, fora que ainda tem o risco de ser adulterado com formol e uréia;

5. Se ainda precisar consumir leite em algumas comidas usar leite desnatado, zero-lactose;

6. Evitar SEMPRE comer qualquer coisa que contenha Glúten. Hoje qualquer produto vendido é obrigado pôr na lista de ingrediente a informação se contém ou não glúten. Via de regra, todos os produtos que contenham trigo, cevada, centeio, malte, aveia, farinha, contém glúten. Se acostume a comer produtos sem glúten, isso é um estilo de vida e será muito benéfico se pararmos de consumir isso;

7. Evite consumir qualquer coisa de caixinha como sucos industrializados, produtos em conservas, achocolatados, refrigerantes, energéticos, cerveja;

8. Não coma nenhuma carne processada e embutida: conservas, carne enlatada, salsicha, mortadela, presunto, linguiça, pratos prontos para aquecer no microondas, sanduíches, folhados; não coma macarrão instantâneo e nem pipoca de microondas.

Não coma requeijão barato (que só tem gordura hidrogenada), iogurtes doces, queijos amarelos em excesso (prefira os brancos e sem sal), evite sorvetes; evite qualquer produto que no rótulo diga que tem gordura trans e evite as que contenham gordura saturada na tabela de ingredientes;

Evite sucos instantâneos, até os de polpa de fruta: prefira comprar a fruta fresca se for fazer suco com ela. Se puder evite até mesmo o próprio suco porque no suco tem muita concentração de frutose. Caso contrário se não quiser largar, não tome suco com almoço ou janta (pode 45 min antes ou depois), lave bem as frutas e hortaliças para tirar excesso de agrotóxico (veja na internet dicas de como tirar a toxicidade de frutas e legumes);

O que pode comer:

Ovo cozido é bem vindo, tem todos os nutrientes que precisamos, saladas, alfaces, brócoles, leguminosas.

Batata doce (evite batatinha), inhame, macaxeira só com moderação, cuscuz com moderação (um dos problema é o milho transgênico), tapioca com moderação, abacate, abacaxi, banana, maça (sem excessos), café (de preferência descafeinado), leite desnatado e zero-lactose, iogurte natural, torrada (se não conseguir tirar totalmente o pão) com moderação, manteiga, óleo de côco, azeite de oliva extra-virgem, com vidro escuro e prensado a frio, quinoa (tem quase tudo que precisamos), linhaça, chia, feijão, arroz com muita moderação (nem todo dia), corte o macarrão, carnes tipo bife de 100g pode ser carne de vaca, peixe, ou frango (nós precisamos muito de proteína e a fonte é principalmente das carnes), frutas frescas com moderação (cuidado com o excesso devido a frutose), compre um misto de nozes, com castanha do pará, castanha de cajú, amendoim. Pode consumir o Açai com moderação, pimenta caiena, chocolate amargo (cacau a pelo menos 70%, ou mais).

Beber água sempre, em pequenas quantidades é bom. Pela manhã assim que acordar tome com copo com água com limão cortado na hora, sem açúcar, e antes de dormir também.

Outra coisa também importante: substituir o sal de cozinha comum pelo sal rosa (sal do Himalaia). Diminuir a quantidade de sal quando cozinhar os alimentos, e quanto ao açúcar o ideal é deixar de consumir totalmente. Tome o café sem açúcar (você pode pingar gotas de óleo de côco, ou óleo de cártamo, ou pitadas de caneca), sucos sem açúcar, evitar sobremesas doces;

Se não conseguir tirar totalmente o acúcar no início, substitua o açúcar refinado (branco) pelo açúcar mascavo (açúcar bruto). Um meio termo é o açúcar demerara, mas de preferência vá logo para o açúcar mascavo; nunca use adoçantes.

As hortaliças prefira os orgânicos, compre sempre orgânico, que tem menos agrotóxicos. Não se engane, os mais verde e bonitos que não são orgânicos são assim porque as pragas não chegaram perto, justamente porque estão envenenadas com substâncias tóxicas. Você pode substituir o Coloral para dar cor no frango por cúrcuma (açafrão da terra) que é muito mais saudável.

E fora a alimentação,

Fazer jejum intermitente pelo menos duas vezes por semana (que é pular o café da manhã), sendo que deve-se fazer o jantar do dia anterior um pouco mais cedo e não comer mais até dormir (no negócio é ficar com uma janela de pelo menos 12h em jejum entre a janta e o almoço do dia seguinte).

inicialmente, adotei uma caminhada (caminhar/correr) de 4km a 6km 3 vezes por semana.

depois, já com algum condicionamento, entrar numa academia para estimular a produção de massa magra.

E depois disso pensar em começar a fazer suplementação. Umas das coisas importantes é a suplementação com o ômega 3 (que é importante demais para nós e nosso corpo não produz), Whey Protein com moderação (não precisa ser isolado), Lugol 5%, etc – mas essa parte já é bom consultar um médico para indicar o uso adequado (ficaremos devendo mais detalhes disso em outro post). Quanto a vitamina D basta você se expor ao Sol cedinho por uns 20 minutos que terá a vitamina.